Uma Viagem, na minha opinião, é sempre uma oportunidade para descobrir as características de outras regiões, de outros países e os costumes das pessoas que lá vivem. Essa descoberta aumenta muito a nossa perspectiva em relação ao mundo e em relação a nós mesmos.

 

Saber mais

 

Por Silvia Macedo
Pesquisar por TAG

© 2018 Todos os direitos reservados. Viajar Enriquece por Silvia Macedo.  by Mercado Digital

Please reload

eBook | Viajar Enriquece

Quer receber este e-book GRÁTIS

Assine a Newsletter ou se preferir descarregue já clicando no botão...

Viajar Florença: A bela Piazza della Signoria …

27/07/2018

Caminhar pela Piazza della Signoria e pelo centro histórico de Florença é uma oportunidade para apreciar a beleza arquitetônica e escultural do entorno, observar os florentinos, os turistas. É um ensejo para fotografar belos lugares e desfrutar de momentos únicos. Passear a pé durante o dia e repetir a caminhada à noite é uma ótima maneira para ver o mesmo local sob duas perspectivas, igualmente belas. A iluminação noturna dos monumentos. Vale a pena.

 

 

Palazzo Vecchio com a Torre d o Relógio e a Loggia dei Lanzi

 

 

A Piazza della Signoria é famosa por ser considerada uma verdadeira galeria ao arte ao ar livre, nela é possível admirar grandes obras de arte, monumentos e edifícios. Na praça ficam três estátuas icônicas: a réplica de Davi, de Michelangelo; Hércules e Caco, de Baccio Bandinelli e Netuno, de Bartolomeo Ammannati.

 

Começo pela famosa estátua do David, de Michelangelo. A escultura original esteve na praça até 1873 e depois foi transferida para a Galeria dell’Accademia, também localizada em Florença. Atualmente a escultura que existe na praça é uma réplica, mas digna de ser observada e apreciada.  Davi é uma figura de destaque nas Sagradas Escrituras, sua biografia é contada no Antigo Testamento, desde de sua infância como pastor de ovelhas até tornar-se rei de Israel. É uma das principais e mais famosas obras de Michelangelo, representa a essência da escola renascentista, em razão da perfeição anatômica e predomínio das formas e curvas, uma das características primordiais nas esculturas de Michelangelo (1475-1564). A estátua de Davi foi executada entre 1501 e 1504, esculpida em mármore e mede 5,17 metros de altura.

 

 

 Réplica da estátua, Davi, de Michelangelo, na Piazza della Signoria

 

 

Ao lado de Davi, está a estátua de Hércules e Caco, esculpida pelo artistia florentino Baccio Bandinelli (1493-1560). O tema alegórico é a força e a ingenuidade de Hércules superando o mal de Caco, é a vitória de Hércules sobre a maldade de Caco no episódio narrado por Virgílio e outros poetas em “Os Doze Trabalhos de Hércules”. A estátua de Hércules e Caco foi executada entre 1525 e 1534, esculpida em mármore e mede 5,05 metros de altura.

 

 

Estátua de Hércules e Caco, esculpida por Baccio Bandinelli

 

 

O trabalho artístico da Fonte de Netuno também nos chama a atenção. A imensa fonte, esculpida em mármore de carrara, foi criada pelo arquiteto e escultor florentino, Bartolomeo Ammanati (1511-1592), no século XVI. Netuno está num pedestal no centro de uma fonte octogonal para passar a mensagem do domínio marítmo de Florença. Netuno é o deus romano que de acordo com a mitologia romana tem o mar como sua morada. Netuno é inspirado no deus grego Posídon, que pode provocar as mais terríveis tempestades e tormentas, assim como ondas pacíficas e tranquilas.

 

 

Fonte de Netuno,  esculpida por Bartolomeo Ammanati

 

 

Além dessas magníficas esculturas que compõem a Piazza della Signoria, também há a Loggia dei Lanzi, um edifício aberto que reúne significativas esculturas.

 

A presença do imponente Palazzo Vecchio contribui para o explendor arquitetôncio da Piazza della Signoria. O palácio foi inicialmente construído no século XIV, em estilo gótico e medieval, um misto entre fortaleza e palácio. A torre do  relógio do palácio é a mais alta da cidade, mede 94 metros de altura, foi construída em 1310. A partir de 1540, Cosimo I, da família Médici morou no palácio durante dez anos, antes de transferir sua morada para o Palazzo Pitti. Nessa época o palácio foi remodelo segundo os padrões do Renascimento. Hoje o edífíco é sede da prefeitura de Florença e no seu interior também abriga um museu. No museu é possível apreciar os suntuosos apartamentos dos Medici e as salas que no passado recebiam as figuras mais ilustres da Toscana.

 

 

Palazzo Vecchio com a Torre d o Relógio e a Loggia dei Lanzi, noite em Florença

 

 

Há uma distância de aproximadamente cem metros da praça fica a Ponte Vecchio, sobre o rio Arno, que foi construída em 1345. É a mais antiga da cidade e outro importante símbolo de Florença. Desde o século XVI, por ordem da família Médici a ponte é ocupada por joalheiros e ourives, no lugar onde antes era ocupada por mercados de carne. Escrevi sobre a história da Galeria Ufiizi e nesse artigo explico o porquê os mercados de carne sairam da Ponte Vecchio, por ordem dos Médici. Para saber mais clique nesse artigo: “Destino Florença – A História da Galeria Uffizi e a Dinastia Médici.”

 

 

Enfim, passear a pé por florença é sempre uma oportunidade para aumentar nossa bagagem cultural, inspirar e respirar arte e desfrutar da beleza da cidade que é considerada uma das mais belas do mundo. Eu sinto saudades de Florença. Pretendo voltar.

 

 

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Viajar Paris - Basílica Sacré Coeur

Viagem pela cozinha francesa, inspiração no filme Julie e Julia!

Viajar Suíça - Montreux beleza exuberante e Festival anual de Jazz ...

1/10
Please reload

Você também irá gostar destes posts!