• Silvia Macedo

Nordeste do Brasil: viagem pelas capitais, interior e agreste!

Viajar pela região do Nordeste do Brasil é muito singular, região de povo hospitaleiro, rico em cultura popular, também berço de muitos compositores, atores, escritores e artistas consagrados no país e no mundo. A culinária é saborosa, mas não é para “marinheiro de primeira viagem”rs. Os ingredientes têm sabor intenso e o tempero é forte e há muitas guarnições apimentadas.

A natureza contrasta, entre o verde e o mar do litoral com a seca e a terra do sertão. O sotaque é único. Quanto ao vocabulário, costumam criar um “português” particular, palavras que existem somente no “dicionário” nordestino, rs.

Enfim, no Nordeste do Brasil há muito que conhecer, entender e desbravar, segue algumas cidades e capitais que conheci e amei muito.

Fortaleza – Estado do Ceará

O artesanato de rendas e as falésias coloridas, eu pude ver de perto. Gostei muito da avenida Beira Mar e de toda orla marítima. Na praia de Porto das Dunas me animei no Beach Park com seus famosos tobogãs. Num cenário de uma viagem para Fortaleza, as jangadas não podiam faltar, pude contemplá-las na praia do Cumbuco.

Av. Beira Mar, Fortaleza

Avenida Beira Mar - Fortaleza

Jangadas, Fortaleza

Jangadas, Fortaleza

Praia do Cumbuco, Fortaleza

Praia do Cumbuco, Fortaleza

Beach Park - Fortaleza

Beach Park, Fortaleza

Maceió – Estado de Alagoas

Muito suco de caju tomei quando estive em Maceió, fruta tropical, tipicamente nordetisna, que adoro. As peixadas com pirão são inesquecíveis. O calçadão da praia da Jatiúca, os bairros de Ponta Verde e Pajuçara mantem-se na memória em razão das centenas de coqueiros que desfilam nas suas orlas marítimas. As praias Ponta Verde, Pajuçara e Jatiúca são as principais praias da cidade. A Pajuçara é onde concentra a maior parte dos empreendimentos hoteleiros da cidade. Comida boa, sol e mar resume os dias que passei em Maceió.

Praia Pajuçara, Maceió

Praia Pajuçara, Maceió

Natal - Estado do Rio Grande do Norte

Essa cidade me remete as dunas de Genipabu e ao Morro do Careca. Um monumento histórico que não deixei de ver foi o Forte dos Reis Magos edificação militar e histórica construída pelos portugueses no século XVI. E a muitos outros encantos na capital portiguar.

Dunas de Genipabu, Natal

Dunas de Genipabu, Natal

Morro do Careca, Natal

Morro do Careca, Natal

Forte dos Reis Magos, Natal

Forte dos Reis Magos, Natal

Olinda – Estado de Pernambuco

Foi a cidade mais rica do Brasil-Colônia antes da invasão holandesa. Hoje é declarada Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela Unesco. É gostoso andar por suas ladeiras e visitar suas igrejas barrocas. A visão panorâmica que se tem ao visitar a Igreja da Sé, vale a pena ver, pois a vista é para o mar e a cidade de Recife. Barraquinhas de tapioca e a dança do frevo também me fazem lembrar de Olinda.

Igreja da Sé – Olinda

Igreja da Sé, Olinda

Tapioca – Olinda

Tapioca, Olinda

Recife – Estado de Pernambuco

Foi onde comi pela primeira vez carne de sol com macaxeira, adorei. A praia da Boa Viagem é referência na cidade, viajei mais 70 Km e cheguei em Porto de Galinhas (município de Ipojuca). Uma praia agreste e rústica, charmosa justamente por isso. Nadei em piscinas naturais, no paladar sempre muito peixe e pirão.

Carne de Sol, macaxeira e manteiga de garrafa, Recife

Porto de Galinhas, Ipojuca

Porto de Galinhas, Ipojuca

Sertão Pernambucano

Vi pela primeira vez a Caatinga que lia nos livros de Raquel de Queiroz e Graciliano Ramos. Gostei muito do sertão de Pernambuco, tem personalidade. Fui no Museu do Sertão e pude ver mais de perto fragmentos da história de Lampião e Maria Bonita. Matei a curiosidade de fazer a travessia na ponte que liga Petrolina (Pernambuco) a Juazeiro (Bahia) e avistar uma pequena parte do famoso e imenso Rio São Francisco (Velho Chico), um dos mais importantes rios do Brasil e da América do Sul, passa por cinco estados do Brasil e mais de quinhentos municípios.

Sertão de Pernambuco

Sertão de Pernambuco

Enfim, a região do Nordeste do Brasil é uma explosão de cores, de sabores e muita beleza, é preciso ter sensibilidade para ver e perceber.

Falar sobre o Nordeste do Brasil requer muitos e muitos posts. O litoral é lindo, as praias, o mar, os coqueiros, um explendor da natureza. O povo é simpático. Meu marido é pernambucano, nasceu no interior do Estado, quando passei uma semana no sertão, aprendi muito, vi de perto, muito do que vi nos romances e livros de história, aliás mais do que isso, vi de perto a verdadeira realidade. Como paulistana, falar do sertão sempre foi algo distante e mítico pra mim, no entanto, viajar para lá, foi uma experiência incrível. Tenho muitas fotos e histórias dessa viagem.

Tenho como objetivo escrever um ebook das minhas memórias do sertão pernambucano, mas preciso adequar esse objetivo com a agenda editorial bastante comprometida, aqui do blog Viajar Enriquece e da página do Facebook. Mas fique tranquilo (a) que aviserei quando fizer.

22 visualizações